Como o marketing de conteúdo pode ajudar você com a venda recorrente

Como o marketing de conteúdo pode ajudar você com a venda recorrente

Você quer obter mais resultados com a venda recorrente? Acredita que o marketing de conteúdo pode te ajudar nessa tarefa?

Se você é empreendedor e adotou o modelo de venda recorrente, pode estar se perguntando como atrair clientes para seu produto.

Claro que você sabe da importância do marketing digital para divulgar, conquistar e mais clientes.

Mas talvez não tenha pensado ainda no marketing digital como estratégia para fidelizar clientes e consolidar um modelo de negócio de venda recorrente.

Foi pensando em você que fizemos este artigo.

Afinal, ninguém quer perder tempo com estratégias que, claramente, não vão levar a lugar nenhum.

Aqui você vai entender melhor como o marketing de conteúdo pode te ajudar a ter mais resultados com a venda recorrente.

Continue lendo verá que esta é a melhor forma de atrair, engajar e converter vendas em qualquer tipo de negócio, inclusive em modelos de assinatura!

Saiba um pouco mais sobre venda recorrente

Se você está lendo este artigo, é porque já trabalha com venda recorrente. Se não trabalha ainda, já cogitou a ideia de se lançar neste negócio.

E olha que é um modelo bem sucedido de vendas. A ideia é genial e tem sido utilizada pelos gigantes do mercado. Marcas como a Netflix, GE e até o Linkedin apostaram na economia da recorrência.

Mas é bom lembrar que o modelo de recorrência não é uma novidade da internet. Muitos serviços já usam esse modelo.

Mas a internet flexibilizou as dinâmicas de consumo do público comprador, e com isso, hoje em dia, praticamente qualquer negócio pode ter um modelo de recorrência.

Um grande exemplo disso foi a pioneira Netflix, que revolucionou um mercado: o de consumo de conteúdo audiovisual, oferecendo ao cliente um novo formato de prestação de serviço.

Até então, esse nicho era dominado basicamente pelos alugueis de fitas VHS, DVD e Blu-ray (além da pirataria com mídia física, vale lembrar).

Com a Netflix, agora quem quer assistir a um filme ou uma série tem acesso a um acervo gigantesco, precisando apenas pagar uma assinatura cujo valor é bem pequeno em relação ao que se recebe como serviço: comodidade, qualidade e exclusividade.

No efeito “como eu não pensei nisso antes?”, vieram empresas dos mais diversos segmentos, adaptando seus produtos e serviços ao modelo de vendas recorrentes.

E o negócio virou uma febre. Foi aí que, inclusive, os clubes de assinatura ganharam popularidade.

Hoje em dia tem clubes de assinatura de tudo! Desde bebidas, como vinho e cerveja, a produtos de consumo frequente, como cosméticos e higiene pessoal, comida orgânica, até mesmo a softwares, aplicativos e cursos.

E Pasme! Existe serviço com venda recorrente para turbina de aviões. Um negócio expressivo da gigante GE, que encontrou na prestação de serviços de manutenção para turbinas um modelo de recorrência.

E não pense que é são só as grandes empresas que estão ganhando com as vendas recorrentes. O mercado inteiro tem sido impulsionado pela economia da recorrência.

O processo é cíclico. A medida em que as empresas oferecem seus serviços dessa forma, obtém receitas mais previsíveis.

O consumidor, por sua vez, paga sobre o que utilizar, conseguindo preços mais acessíveis por um serviço que realmente o atenda. Ou seja, nesse modelo, os dois lados ganham!

Novos negócios, até em antigas empresas

como usar a venda recorrente

Empresas que não nasceram nesse meio, também estão enxergando boas perspectivas para a venda de seus produtos.

Uma matéria veiculada na revista Pequenas Empresas Grandes Negócios, há pouco mais de um ano e meio já mostrava como o LinkedIn entrou nessa onda.

A empresa começou a oferecer assinatura grátis por um período para as pessoas cadastradas em sua rede.

Com isso, conseguiu ampliar a rede e divulgar o serviço. Paralelamente, criou uma base significativa de empresas, converteu uma parte para a assinatura paga, com a possibilidade de anunciar vagas de trabalho.

É o tipo de empresa que não nasceu com um modelo de venda recorrente, mas que migrou para ele.

E com sucesso!

Porque, a cada dia, a plataforma alcança mais visibilidade e aceitação no mercado. E conquista também bons resultados, claro!

O fato é que as vendas recorrentes tem ganhado o mercado.

Empresas que não nasceram neste modelo estão desbravando este meio, com coragem e determinação.

Mas o que essas empresas estão utilizando como estratégias de divulgação dos seus produtos e serviços?

A resposta é uma só: o bom e velho marketing de conteúdo.

O marketing de conteúdo pode alavancar a economia de concorrência

Que o marketing de conteúdo deixou de ser de ser tendência e virou uma necessidade, todo mundo já sabe.

O que as pessoas ainda desconhecem é que ele pode, sim, ser uma poderosa alavanca para as vendas recorrentes.

Quando você cria conteúdo relevante, valioso e atrativo na rede, você acaba engajando seu público-alvo. Com isso, cresce sua rede de potenciais clientes, que acabam se tornando assinantes, e se fidelizados, permanecem assinando o seu serviço.

Todos sabemos que não adianta apenas estar na rede hoje em dia.

A internet virou uma selva e é preciso estar preparado para a concorrência.

O novo consumidor é exigente e, mais do que nunca, é preciso gerar valor para as pessoas. É isso que cria uma visão positiva para as marcas. É somente assim que se consegue fazer negócios, hoje em dia.

Principalmente no modelo de venda recorrente. Quem não tem visibilidade online, chama a atenção do pública e acaba se perdendo em meio aos inúmeros produtos que surgem a todo o momento.

Aliás, o marketing de conteúdo é uma estratégia utilizada e recomendada por especialistas do mundo inteiro.

Rafael Rez, autor do livro “Marketing de Conteúdo. A Moeda do Século XXI” explica que, para tornar a empresa conhecida no mercado, passa-se necessariamente pelo marketing conteúdo. E que as vendas (e a lucratividade do negócio) estão atreladas a essa técnica.

O especialista lembra que muitas empresas ignoram uma mudança no perfil do consumidor que, desde o momento em que pensa em adquirir um produto, até o momento de fechar a compra, faz um processo de pesquisa na internet que o ajude a decidir.

E são exatamente essas informações que levam o consumidor a um processo que se chama funil de vendas. Quando ele finalmente adquire o produto, é porque já está estabelecido um relacionamento entre empresa e cliente.

Não há outra forma. O processo de tomada de decisão de compra, hoje em dia, passa pelo consumo de conteúdo.

No modelo de venda recorrente, essa necessidade fica ainda mais clara.

Como o marketing de conteúdo pode te ajudar com venda recorrente

Para começar, você precisa tornar sua marca conhecida. Ninguém compra um produto que não conhece.

E o marketing de conteúdo é uma excelente oportunidade de você posicionar sua marca na rede.

Publique conteúdos relevantes sobre os assuntos relacionados ao produto ou serviço que você oferta no mercado.

Esse conteúdos devem considerar aquilo que o consumidor está buscando na internet a respeito.

Dessa maneira, seu conteúdo atenderá as dúvidas que as pessoas geralmente têm quando vão comprar o seu produto.

A ideia aqui é ser útil, ajudar as pessoas com conteúdo de qualidade sobre as maiores dúvidas que elas têm.

Quando você oferece conteúdos que respondam às dúvidas dos clientes e mostram o quanto seu produto pode melhorar a vida deles, eles vão se sentindo mais seguros, a ponto de estabelecer uma relação comercial duradoura.

Ou seja, o marketing de conteúdo aumenta o engajamento do público-alvo com a sua marca, fidelizando o cliente e, ajudando, inclusive na promoção do negócio.

Claro! Porque um consumidor presente na rede vai querer falar das excelentes experiências que vem tendo com o seu produto ou serviço.

Quer começar a aplicar marketing de conteúdo para ter mais resultado?

O mundo está cada vez mais digital, e consequentemente, as pessoas consomem cada vez mais informação.

Nunca passamos por um era onde houvesse tamanho consumo. Com um smartphone que cabe no bolso e acesso à internet móvel, as pessoas têm a informação que quiserem na ponta dos dedos.

E elas estão procurando aquilo que desejam, aquilo que resolve problemas específicos de suas vidas.

Quando elas pesquisarem a respeito disso, quais resultados vão aparecer para elas? O seu negócio estará ali, entre as informações apresentadas? Ou será o seu concorrente quem estará ali? Pergunte-se esses pontos…

A Marve Digital é uma agência que produz conteúdo para empresas que querem se destacar na internet e estar entre os primeiros resultados das pesquisas de seus potenciais clientes.

Com base em estudos sólidos, sabemos que marketing de conteúdo é uma estratégia que funciona há mais de 100 anos. Elas apenas vai se adaptando ao mundo contemporâneo.

Se você quer ajudar para descobrir como usar o marketing de conteúdo como estratégia para alavancar o seu negócio no modelo de recorrência, conta com a Marve.

Sabemos como adaptar essa estratégia tão poderosa para um modelo de negócio focado em venda recorrente.

Clique no link abaixo e mande uma mensagem contando seu caso, responderemos rapidamente.

➥ Quero estudar uma estratégia de conteúdo para o meu caso

Deixe uma resposta

Fechar Menu