Você, empreendedor ou profissional que está ingressando na área de marketing, precisa urgentemente saber o que é landing page e porque precisa criar esse tipo de página hoje mesmo.

Com certeza o título desse artigo te chamou atenção porque instintivamente você sabe que as landing pages têm um papel fundamental na eficiência da sua estratégia de marketing, mesmo que não saiba ao pé da letra o que é landing page.

Então, vamos aprofundar seu conhecimento e ficar afiado nesse tema?

A Marve Digital traz para você um conteúdo poderoso e fácil de ser entendido ao mesmo tempo!

Ao final da leitura, com certeza, você estará dominando o assunto e entenderá de forma clara e objetiva o que é landing page.

Então se acomode aí, e preste atenção nos próximos parágrafos.

 

Indo direto ao ponto sobre o que é landing page…

Landing page tem como uma tradução literal a expressão “páginas de aterrissagem”, porém nesse caso não dá para levar ao pé da letra.

O termo que melhor define o que é landing page é basicamente: “Páginas de destino”

As landing pages, são páginas que possuem um objetivo específico: conversão. Essa conversão pode ser em “leads” (que são possíveis clientes), ou pode ser em vendas.

Elas devem ser persuasivas, e contam com alguns elementos essenciais:

  • copywriting (para a redação da página);
  • depoimentos;
  • formulários de cadastro;
  • botão CTA (call to action).

Os formulários da página devem captar informações importantes, como: nome, e-mail, idade, localidade, profissão, interesse, e o que mais for pertinente ao objetivo que você definiu.

O botão CTA, por sua vez, é o desfecho da página. Ele leva os  visitantes da página consumidores a tomar alguma decisão, como comprar ou efetivar o cadastro do formulário.

As landing pages são criadas exclusivamente para atrair interessados e com isso gerar mais “leads” (que explicaremos abaixo) ou até mesmo fazer uma venda, consequentemente atraindo mais clientes para você!

 

E porque você precisa criar esse tipo de página hoje?

Como investidor, com certeza você já está criando ou investindo em conteúdos e diversas outras estratégias de marketing, com objetivo de alcançar sua buyer persona… ou seja, o seu consumidor ideal.

Porém existe um detalhe importantíssimo para o sucesso das suas ações: a capacidade de mensuração certeira dos dados coletados, para que de fato, suas ações se tornem informações úteis e colaborativas (entenda-se passíveis a análises)!

E também para que justifiquem a continuidade ou finalização de determinadas atividades. Afinal de contas, o principal objetivo de tudo isso é gerar lucro, e não prejuízos!

Se você for um bom empreendedor, deve exigir que suas estratégias tenham resultados claros e acessíveis…

Se for profissional da área de marketing, depende de disponibilidade de tempo, precisa que ao passar os olhos possa diagnosticar tudo isso, para assim manter e adquirir novos clientes…

Entenda como funciona o processo:

Os processos de conversão são naturalmente comparados com um funil (Pipeline), geralmente dividido nas seguintes etapas:

  1. Atração
  2. Conversão
  3. Relacionamento
  4. Analise

E todas essas etapas servem para qualificar os potenciais clientes.

Eles iniciam a jornada de compra como visitantes na sua landing page, consomem o conteúdo que há nela, se cadastram no formulário e se tornam leads.

Depois disso, podem finalmente transformarem-se em consumidores. Tendo como fim do funil o estágio de “vendas”.

Mas… a coisa não é tão fácil assim!

Provavelmente já ouviu a frase “é preciso dar para receber”. Na relação moderna com o cliente essa é a lei.

Hoje não basta ter um produto top e cheio de benefícios para os consumidores.

É necessário dar muito mais que isso! Principalmente nas suas landing pages.

Mas o que eles querem?

Não é uma incógnita, afinal de contas você também é um cliente, no fundo sabe o que espera de um fornecedor: atenção e cuidado!

Mais antenados e capazes de interagir, os consumidores 3.0 (consumidores de hoje), tem características bem peculiares.

São altamente informados, socialmente conectados, sensíveis aos preços e confiantes nas opiniões de outros consumidores!

Você deve estar se indagando: qual a relação disso com o que é landing page?!

Pense: se hoje um cliente ideal está apresentando características tão perspicazes e cada dia está mais consciente da sua importância, ele não vai querer te dar as chaves do coração assim de mão beijada.

É preciso investir certo. Por isso, para garantir que confie em você e lhe ofereça a oportunidade de servir, é necessário dar algo em troca.

Recapitulando um pouquinho…

Se principal função de um Landing Page é convencer o seu visitante a te mostrar o caminho para chegar ao seu coração, através dos dados que fornece, você precisa lembrar que a primeira etapa é ATRAIR.

Você poderá usar suas páginas de destino para atrair seus potenciais clientes oferecendo: e-books, uma consultoria, vídeos ou o que ele procurar.

Nessa página, você precisa ter formulários de cadastro, para coletar as informações que você precisa dos seus leads.

Você deve usar também um CTA (Call To Action) matador, para que o convite para tomar a ação se torne irresistível!

O que é landing page e como funciona

Crie a sua landing page e conquiste rios de leads

As landing pages são ferramentas poderosas para conversão.

São páginas bastante objetivas, focadas em conversão, seja de leads ou de vendas.

Elas são planejadas para manter a atenção máxima do visitante, e levá-lo ao objetivo final que você mesmo definiu para a sua página.

É claro, apesar de parecer fácil fazer uma landing page a partir do que você leu aqui, saiba que não é. Será preciso técnica e conhecimento específico para fazer uma que realmente converta.

Você pode contar com a Marve Digital, se precisar de ajuda com isso. Você só precisa entrar em contato, mandando uma mensagem para gente aqui.

E não se esqueça de compartilhar esse artigo se achar que pode ajudar outras pessoas, ou até mesmo deixe seu comentário aqui para a gente!

Deixe uma resposta

Fechar Menu